One Direction Fanfiction
Neon Lights
Antes de me jogarem tijolos, pedras e tudo mais, deixem eu me explicar: Minhas aulas começaram e além de eu estar na faculdade, eu também trabalho. Eu saio de casa às 07:00h e chego às 19:00h, eu não respiro, eu mal entro no twitter e no facebook, só sei dormir e acordar pra fazer isso (podem entrar no meu TT e ver que não posto mais como antes). Se não estou com tempo nem para fazer trabalhos da faculdade, imagina pra continuar Neon Lights? Não gente, isso não é um “a fanfic acabou, adeus”. Ela vai ficar parada por um tempo sim, como já está parada… Eu nos fins de semana estudo e faço todos os trabalhos possíveis, porque sao os unicos dias que tenho pra isso. Quando tenho um espaço, até escrevo a fanfic, mas não é muita coisa. Então espero que me entendam, vocês mereciam uma explicação e eu vim dar a vocês. Não me odeiem, isso vai passar haha :(
Há 1 semana 0 notas · reblog
quando vai tem capitulo novo ? adoro a fic
Anónimo

saiiiu ja :D

Há 2 meses 0 notas · reblog
Capítulo 15 - Deixa Rolar

- Não posso Harry. – levantei meio sem jeito

- O que? – me olhou assustado

- Não, eu quis dizer… Preciso pensar. – disfarcei

- Rose, porque isso? – levantou, segurando a Lux enquanto dormia

- Preciso colocar a Lux no berço, a Lou já deve estar chegando.

Peguei-a de seu colo e me dirigi ao quarto, colocando-a no berço. Harry parou na porta e ficou me encarando, fiquei olhando para o berço para tentar disfarçar.

- Rose? – se aproximou, sua voz rouca me fez arrepiar

- Harry… Você sabe que não da, ainda não.

- Por que você só pensa no lado negativo das coisas? Você não tentou e já sai dizendo que não vai dar certo.

- Porque eu sei que não vai dar. Não quero te machucar, você viu naquele dia. – o encarei

Com uma mão segurou meu rosto e fechou os olhos, me grudou em seu corpo, comecei a sentir sua respiração. Minha boca estava a poucos milímetros da dele, que deu uma mordidinha de leve nos lábios. Dei um sorriso idiota.

- Isso não vale. – sussurrei

- Apelas as vezes é bom. – sorriu maliciosamente

Quando íamos nos beijar, escutei a porta da sala sendo aberta, provavelmente era a Lou e o marido. Logo me distanciei de Harry e fui para a sala, ele em seguida me acompanhou.

- Ela dormiu? – perguntou Lou

- Sim, faz pouco tempo. – ajeitei meu cabelo

- Harry? Você aqui também? – perguntou, dando um sorriso desconfiado

- Eu vim caso ela precisasse de ajuda. – apoiou uma mão em meu ombro

- Vocês estão bem? Foi tudo bem? – perguntou

- Sim… Foi tudo bem. – com um olhar triste

- Que bom. Rose, aqui está o seu dinheiro, conto com você na semana que vem?

- Claro, estarei aqui. – sorri

- Muito obrigada, Harry a você também.

- Disponha.

- Se não se incomodam, eu vou indo, já é tarde… – falei

- Sim vamos, eu vou com você.

- Tchau Lou, obrigada.

- Eu que agradeço, vão com cuidado.

Saímos e fomos caminhando em silêncio, até chegar ao ponto do ônibus. No ônibus foi a mesma bosta, sentados e calados, eu olhando para fora da janela e ele olhando para o outro lado. Quando fui descer primeiro, me olhou e entregou novamente a caixinha.

- Eu quero que fique com você, para pensar melhor.

Olhei aquilo e dei um sorriso esperançoso, guardando no meu bolso do casaco. Desci do ônibus e fui caminhando até a boate, estava um pouco frio, porém mesmo assim não queria entrar lá agora. Fui caminhando até um Coffee que ficava logo a frente, comprei um chocolate quente e andei até a ponte do Rio Thames, que não era muito distante, coisa de uns quinze minutos. Dei uma golada no chocolate, estava quase congelando de frio, só estava com uma blusa de manga comprida e um casaco de moletom por cima que para meu azar não tinha capuz. Enquanto eu respirava, saía fumacinha da minha boca, coisa de louco mesmo. Apoiei o copo na ponte e peguei a caixinha do anel, se é que eu ainda tinha dedos e eles não estavam congelados. Observei sem nem tirá-lo do lugar, não sabia se era a coisa certa a se fazer.

- Rose? – me chamou alguém com uma voz aguçada, conhecia essa voz

- Louis? – fechei rapidamente a caixinha, a guardando em meu bolso

- O que está fazendo aqui essa hora? São… – olhou no relógio – meia noite e meia.

- Eu estava passando por aqui e decidi parar para pegar uma fresca. – me apoei na ponte, pegando meu copo

- Está frio pra caralho e você quer pegar uma fresca no frio pra caralho? – riu

Dei de ombros, sorrindo. Apoiou com um ombro na mureta da ponte, virando para mim e me olhando com uma expressão engraçada, que me fez rir.

- E o que você está fazendo aqui? – perguntei

- Eu fui à casa da minha mãe e desci no centro para comprar umas coisas para comer, estou com desejo. – me mostrou a sacola que carregava – O que está bebendo?

- Chocolate quente. Você quer?

- Não, estou bem. Eu só quero saber – colocou a mão sobre minha cabeça – porque você não está com algo na cabeça, vai ficar doente e eu vou ser o primeiro a gritar SE FUDEU.

- Eu esqueci, não sabia que ia fazer frio assim. – acabei dando risada

- Muito bem. – tirou a touca que estava vestindo e colocou na minha cabeça

- Não, Louis não – tentei impedi-lo – Não precisa fazer isso.

- Cala a boca mulher, fica com a touca, eu tenho milhares em casa e o Harry também. Agora eu só quero saber porque você está mal, olhe podemos até dividir um biscoito. – tirou da sacola um salgadinho – Mas só um.

- Como sabe que não estou bem? – ri, ajeitando a touca na cabeça, tampando as orelhas e nossa que alívio me deu

- Eu joguei verde e você acabou se entregando, agora vai ter que dizer de qualquer maneira. – deu de ombros, abrindo o salgadinho

- Na verdade nem eu sei o que está acontecendo comigo.

- O Harry fez o que dessa vez? Olha eu sei que ele é lerdo e ansioso mas com o tempo você se acostuma, eu me acostumei… Quer dizer, ainda to me acostumando.

- Não, ele não fez nada… Eu que sempre faço. Louis seja sincero, o que você acha que o Harry viu em mim? Não temos futuro, eu não vou ajudar em nada na vida dele, não sei por que ele insiste nisso.

- Então vamos lá. Você gosta dele e está com medo do futuro, ele é impulsivo e não sabe esperar, deixa eu pensar.

- Não, eu não gosto dele…

Me olhou com cara de cú.

- Tá, eu gosto.

- E gosta muito. – riu, afirmando

- Muito não, eu apenas gosto.

- Se você gosta, o que te impede de ficar com ele?

- Eu não sou uma menina que tem família, que estuda na melhor faculdade… Tenho o pior emprego do mundo, sou uma menina que não merece um cara como o Harry.

- Só pelas coisas que você já disse, dá pra ver que você é uma menina diferente de todas que ele já viu. Se ele está lutando por você, porque fica resistindo?

Olhei para o rio abaixo de mim, só escutava o barulho dos carros distante e da água batendo na ponte.

- O que eu sinto por ele… Não é apenas gostar, mas não posso falar que é amor. É um sentimento muito forte, eu sinto que já nos conhecemos antes mesmo de darmos um “Oi”. Eu nunca falei isso para ninguém, mas é o que eu sinto por ele. Eu penso como uma atração muito forte, não posso perde-lo.

- ENTÃO PORQUE CARALHOS VOCÊ FICA FAZENDO CU DOCE PORRA?

- EU NÃO SEI! EU ME ODEIO, EU NÃO QUERO QUE A GENTE FIQUE JUNTO PARA MEU TRABALHO ATRAPALHAR TUDO! NÃO QUERO QUE TUDO COMECE PARA DEPOIS ACABAR! EU TENHO MEDO! EU VIVO DE MEDOS! – percebi lágrimas descendo, me assustei e virei para o outro lado – Me desculpa, sério me desculpa.

Cutucou meu ombro, me virando. Sorriu e esticou os braços, sem pensar o abracei o mais forte possível.

- Não podemos viver de medos, Rose. Porque deixa a vida te intimidar assim? Simplesmente vire pra ela e fale “Ei, quem manda nessa porra sou eu” e mostra quem manda. Se vivermos de medo nunca vamos conseguir o que queremos. Então só de uma chance. Ah e sai desse emprego, você consegue um melhor.

- Louis, obrigada.

- Estamos aí. – sorriu – Agora eu realmente acho que você deveria ir para sua “casa” porque está tarde e está frio para caralho.

- Toma a sua –

- Não, fica. Depois você me devolve, nem preciso dela agora, você precisa mais. Agora eu vou indo e você também, anda.

Joguei o copo na lixeira e fui andando com o Louis até chegar na hora em que cada um seguia seu caminho. Se despediu de mim e foi andando. Acho que consegui um novo melhor amigo.

Harry

- “You and I, we don’t wanna be like then, we can make till the end, nothing can come between…”

- Que música é essa? – perguntou Louis, entrando em casa

- You and I, eu to escrevendo ela desde semana passada.

- Esse é o refrão? É um bom refrão e um bom nome de música.

- Vou pedir ao Niall para me ajudar com o ritmo, acho que não vai ser difícil.

- Eu gostei desse ritmo que você estava cantando, mantêm nesse. Trouxe lasanha de queijo, aquela que você gosta, era a última no freezer do mercado. – tirou da sacola, me mostrando

- Você é um amor. – sorri, desanimado

- Que sorriso bosta foi esse? Nem suas covinhas chegaram a aparecer.

- Desculpa Lou, eu to meio desanimado, mas adorei que você trouxe a lasanha eu estou com fome.

- O que está te incomodando seria algo que eu poderia saber? – sentou ao meu lado

- Não sei… Melhor deixar pra lá, é coisa minha. – voltei a escrever

- Rose?

- Eu gosto muito dela, cara. – o olhei

- Eu sei, da pra ver na sua música.

- Você não saiu daqui com touca?

- Sim, e esqueci na casa da minha mãe. Agora fale, o que esta te incomodando?

- O que eu sinto por ela, é algo que não sei explicar, não sei se você vai me entender mas é como se eu já a conhecesse, não sinto como se ela fosse uma garota nova pra mim, pelo contrário. Não sei se é amor, acho que deve ser atração… Mas se for atração é algo muito forte.

- Ok, agora eu to com medo.

- Porque? – não entendi

- Nada, só queria saber se você não está sendo precipitado com ela, as vezes ela só quer o tempo dela para assimilar tudo isso. A menina trabalha sendo stripper, vai ver ela tinha o coração congelado até conhecer você… Quem trabalha assim não pode envolver sentimento né.

- Então você acha que ela gosta de mim assim também? Eu as vezes acho que não.

- Ela sente por você exatamente as mesmas coisas que você sente por ela.

- Como tem tanta certeza? Está falando pra eu me sentir melhor.

- Não, eu… Apenas percebi no jeito como vocês se olham.

- Louis eu luto por ela a cada dia, quero ela comigo. Eu vou dar o tempo que ela precisar para sair desse emprego merda e conseguir uma coisa melhor, mas não vejo isso em troca.

- Já pensou que ela pode estar com medo de fazer a escolha errada? – me olhou desconfiado

- Ela já me disse isso, mas não podemos viver de medos!

O olhei, deu um sorriso satisfatório e levantou, indo para o quarto.

- Só não desista dela. Não falta muito para ela se entregar a você.

- Como sabe disso?

- Intuição. – deu de ombros

Foi para o quarto. Peguei a lasanha e fui fazê-la, não conseguia tirar muitas coisas da cabeça, ainda mais isso que o Louis disse. Fiquei observando a aliança na caixinha que estava aberta em cima da mesa, perdi tempo, o tempo suficiente para a lasanha ficar pronta. Peguei um garfo, a lasanha e me dirigi até a sala novamente, ligando a TV em seguida. Sentei-me ao sofá.

- “As inscrições para o The X-Factor já está abertas! Se inscreva e quem sabe você não se torna o novo astro da música? Última semana!” – disse um comercial

- Essas coisas são tão roubadas. – mudei de canal

Rose

- Esse comercial do X-Factor passa toda hora. – disse Vivian, encarando a televisão

- É porque eles querem concorrentes, burra. – deitei na minha cama

- Eu sei, mas será que eles não pensam no quão chato é ficar repetindo? Aliás, você não me contou como foi no seu novo emprego hoje.

- Não chega a ser um novo emprego, é mais um trampo extra. Foi normal, tranquilo… – pensei então no momento com Harry

- Ah não, ta de brincadeira? ESSE COMERCIAL DE NOVO! – já ia trocar de canal

Pensei em uma coisa rapidamente e levantei tão rápido que ela nem teve tempo de clicar no botão do controle. Tirei o controle de sua mão, ofegante.

- Que isso? – se assustou

- Não muda, pega aquela caneta e um papel rápido!

- Pra que?

- ANDA VIVIAN! – a balancei

Pegou a caneta e arrancou uma folha de um caderno que estava ao lado, me entregando. Comecei a anotar as informações que rapidamente passavam na tela, na verdade o site do programa onde era realizado as inscrições.

- Pronto.

- Para que isso? – perguntou, sem entender

- Você vai ver. – sorri

- Não está pensando em…?

- Não! Eu não sirvo para participar dessas coisas, não sou de tamanho nível.

- Fala como se cantasse pessimamente ruim. – sorriu

- Enfim, não é para mim, vou tentar a sorte para outras pessoas.

- Quem?

- Ah sei lá, você vai saber depois.

- Você é esquisita, eu vou dormir. – deitou e se cobriu com os milhares de lençóis que tinha em sua cama

Guardei o papel embaixo do travesseiro. Amanhã seria a primeira coisa que eu iria fazer quando acordar.

image

Por favor, posta mais um capitulo na fic Neon Light... to louca para saber o resto da historia...Quando vai postar?
Anónimo

postei essa noite :3

Há 3 meses 0 notas · reblog
suas desculpas p ñ postar estão acabando
Anónimo

ah fazer o que

Há 3 meses 0 notas · reblog
AAAMIIIIIGAAAAAAAAA PLMDDS PASA O NOME DAS MUSICAS DA SUA PLAYLIST ??? ;33 FIC MAIS Q PFTA <33 A DEMORA VALE A PENA BJS
Anónimo

eu respondi uma pergunta abaixo falando, le e vê haha

Há 3 meses 0 notas · reblog
quero essa fic como interativa :(((I
Anónimo

não da pq eu n curto mt interativa :/

Há 3 meses 0 notas · reblog
fala q vai tentar postar, mas aposto q nem tentar vc tenta :(
Anónimo

eu tento sim, eu começo a escrever o capitulo mas então acabam aparecendo coisas p eu fazer que são mais importantes, por exemplo eu tava resolvendo parada de faculdade etc.

Há 3 meses 0 notas · reblog
Qual são os nomes da sua playlist? amei elas :3
forever-isnt-as-long-as-id-hope

1 - neon lights em piano

2 - good girl gone bad (rihanna)

3 - don’t you worry child (avery cover)

4 - stole my heart (carly rose cover)

5 - nobody’s business (keiynan e kristina cover)

6 - rock me (this century cover)

7 - dirty dancer (enrique iglesias ft usher)

8 - my favorite girl (justin bieber)

9 - forever young (one direction)

10 - we are always be together (little mix)

11 - let it be (alex g cover)

12 - i could be the one (beth cover)

13 - play hard (um cover ai que nao lembro o nome)

14 - sweet disposition (ellie golding cover)

Há 3 meses 0 notas · reblog
nuss vey , posta logo a fic , to ansiosíssima , por favorrrrrrrrrrr <3
thess5sosand1d4ever

poode conferir o cap 14 la uhul

Há 3 meses 0 notas · reblog

FS ©